segunda-feira, maio 08, 2006

A interioridade

Ser do interior em Portugal é pior que ser preto!... A discriminação é maior, o preconceito é estúpido e os prejudicados são sempre os mesmos. Exemplifico com o futebol que por cá temos. Última jornada da 2ª Liga. O Sp. Covilhã necessitava de ganhar, mas empatou a 5 contra o Chaves... Alguns reparos:

- "um Chaves que a jogar sempre assim estaria a festejar mais do que um lugar tranquilo na classificação" in O JOGO. O que faz uma equipa tranquila na classificação jogar ao mais alto nível? Porquê?
- "Que teria acontecido se o árbitro algarvio Nuno Almeida, não tivesse anulado, aos 87', um golo limpo aos serranos... A verdade é que nesse momento e nessas circunstâncias, seria o Portimonense quem descia" in O JOGO. É coincidência ou existe muita algarviada junta nesta história? Árbitro algarvio, equipa algarvia...
- "O terceiro golo do Chaves resultou de um pénalti por alegada mão na bola de Real. No entanto, no segundo tempo, Nuno Almeida não teve o mesmo critério em dois lances semelhantes na área dos visitantes..." in O JOGO. São erros a mais para um jogo só!

Eis o comentário do presidente do Sp. Covilhã...

"A arbitragem foi uma vergonha e estava tudo armadilhado para favorecer o Portimonense e as outras equipas que lutavam pela manutenção. É pena que o Covilhã seja um clube sério e correcto. Somos do interior, estamos desgraçados. Ou matamos aqui meia dúzia ou então é sempre a mesma história, a mesma merda. Assim não vale a pena continuar no futebol" in O JOGO

Provavelmente este senhor será suspenso e penalizado pela liga... E o árbitro? Esse como é costume, terá boa classificação e será internacional um dia destes... Só mais uma pergunta: porque será que não vai nenhum árbitro português ao Mundial de 2006? A resposta é fácil...