quarta-feira, novembro 16, 2005

Nomes II

"O rei dos caracóis". Porque é que há tantos "reis" dos caracóis? Que raio de monarquia impera nos snacks e cervejarias deste país?
Porque não um "principe", ou um "duque", ou mesmo um garboso "Marquês dos caracóis". E como podemos ter a certeza de que estamos na "casa real" certa? E se estamos a comer gato por lebre ou neste caso caracol plebeu, por caracol real?